-| to do



Me dê uma razão para não lutar, como tenho razões para sangrar por isso
Me dê a coragem na mesma medida e força com que bato de frente contra tudo isso.
Me dê energia maior que o amor pela vida pra pensar em deixa-la de lado
Eu não nasci para inspirar pessoas
Nasci delas e delas sou formado
Que lógica teria o início e seu fim em mim mesmo?
No silêncio da minha voz, escuto a resposta para a pergunta
Que na vitória monótona e certa da morte, haja mais luz sobre o legado da vida, mais que no corpo padecido.
Mais certo que a chegada da morte, é que vivo.

-| Pandora



Sempre mudei por opção, raramente por necessidade. Não sou dos mais disciplinados mas, disciplina, nunca foi um monstro de sete cabeças. Eu transformei em um?
Não sei.. Mas nada inrreversivel, apesar de muitas outras coisas serem.
Provavelmente estou fumando meu último maço de cigarros, pelo menos espero que seja.. "espero" não.. tem que ser.
Algumas coisas estão mudando e sem saber o motivo, quero que D-s me ajude.
Meu relacionamento com D-s sempre foi muito franco e por mais que todas as convenções digam que ele dirá 'nem me conhecer', eu sinto que está próximo de mim.
Dei muito orgulho pra muita gente e talvez pra ELe também, só não sei se as próximas páginas serão assim também. Busco deixar um legado, que misture minhas paixões com habilidades que estou tentando desenvolver. O caminho não está fácil e o resultado bem incerto, mas quero fazer isso.
Não sei se estou sendo egoísta ou se realmente posso deixar algo antes de partir.. não quero nem partir .. quem dirá ser egoísta.
Tantas voltas e quem diria que esse capítulo abriria na minha vida, quem diria que eu abriria a caixinha de Pandora. Mas abri e não tem volta. Não quero que os próximos passos sejam unicamente pra me sentir bem, até por que, se fosse assim, estaria realmente sendo egoísta. Quero apenas honrar as pessoas grandiosas que compartilharam comigo momentos únicos, mágicos e que realmente, de alguma forma, se importaram comigo.
Não quero que a ignorância tome conta da visão deles e criem julgo e imagem de alguém que não fui. Não quero um dia simplesmente apagar na vida de ninguém.
Fico pensando nos amigos que devem achar meu comportamento hoje estranho, que devem achar que não sinto saudade deles, que não me importo, quando na verdade, de um jeito diferente de antigamente estou tentando protege-los.
Fico pensando na dor que causo aos que de alguma forma precisei dizer. Não é justo, é?
"Eu voltaria atrás, pra tentar me avisar.."
https://youtu.be/iLLydSZOR8k
Eu preciso encontrar a coragem que perdi, tenho que fazer algo, mas.. dá?

-| Blue Monday


Escrevi uma música ontem. Algo entre country folk algumas gaitas e ideias tolas.
Não é sobre ninguém. Apenas sobre sensações. Sentir-se lutando numa eterna segunda-feira sem direito a ver a diante o 'fim de semana'. Era sobre cansaço, um pedido carinhoso de companhia e a ausência de soluções..
"Everyday my friend is blue Monday
I don't have weekends​ anymore.."
Estou dodoi. Preciso arrumar tempo e ordem para as coisas afim de cuidar.

-| 4ta Fase



Este post não foi escrito no dia 07/12/2016. Foi na verdade escrito hoje, 03/01/2017 as 22:40 minutos.

As contas voltaram a serem problemas, mas não me importo. Relacionamentos fazem falta, mas não existem. Estagnação profissional parece ser um mal necessário para que as outras coisas possam desestabilizar.
Começou a 4º fase da minha vida, a fase do medo. Ou fase em que eu tenho que vencer o medo.
Medos que nunca tive passei a ter e estou sendo obrigado a aprender a conviver ou a vencer.  Acho que o final desta fase ocorrerá quando o medo me vencer, ou quando eu vencer o medo. Será quando os projetos que amadureci ao longo da terceira fase se concretizarem ou tombarem de vez para nascer alguma outra coisa.

Eu estou com muito medo. Medo da morte, medo da solidão, medo do anonimato, medo dos sonhos desabarem. Mas eu não posso ter medo. Grande parte de mim e do que eu acredito querem vencer. Precisam vencer. Irão vencer.

A 4º fase é nitidamente um divisor de águas na minha vida. E que venha para o bem, mesmo que seja mais um.
Que todo este veneno que agora corre em minhas veias, seja combustível da vitória, seja o que me coloca à frente. Que todo o temor que me rodeia me torne mais forte, e que eu seja maior que meus problemas.
Que cada dor seja dois degraus, e cada alegria dois degraus. Que eu não me canse no caminho, que eu não desista. E se for preciso que a trajetória seja a só, que eu aceite. Pois no topo, o topo, não são duas partes da montanha. É um espaço só.

Acabou a faculdade, começarão as oficinas de DJ. O tempo que sempre almejei está disponível se a disciplina for perseguida. A família está bem, mesmo eu não estando. A insanidade esta a flor da pele, a borda da loucura. Se bem canalizada, é a chance de mostrar a genialidade que este coração frio de afagos quentes pode dar ao mundo.


É, definitivamente eu não nasci pra ter medo. E nesse mar de medo, entro em um novo patamar de desafio: O de Permanecer sem medo.



Só pra registro: 07/12: a queda 28/12: os dados 04/01: provável inicio da guerra.

-|Demologo: O camponês na babilônia




No século XII um bruxo se apaixonou por um camponês vingador. Ele o viu numa das festas de colheita e o enfeitiçou através do seu olhar triste e demoníaco.
Foi simples, agarrar o jovem camponês, que ainda terno do puro amor, acreditou na ideia de encontrar sua alma gêmea nas ilusões transpostas por aquele olhar.

É confuso, mas este amor, não era amor. Amor tem duas vias e o feitiço pode até gerar um falso amor, ou amor verdadeiro.. Não julguemos. Mas o feiticeiro que joga do seu feitiço, não carrega em si amor.

Mas o fez. O trouxe pra perto, o fez sofrer com a distância, com o isolamento dos seus iguais e o prendeu na masmorra dos sujos.

A masmorra dos sujos era um local onde os bruxos traídos e traidores e aprendizes de bruxos eram forçados a conviver pela sede status e poder. Ali, o jovem camponês era obrigado a comer da pior comida, fazer trabalhos braçais e perder todos seus pertences, caso os largassem.
Passou fome, passou frio e adoeceu.

Em certa noite, de uma forte chuva e de forte escuridão, enquanto sofria e chorava a TERRA o sentiu. Através de suas lágrimas e de sua dor a terra pode sentir um pulsar diferente de todo aquele ódio que subia a masmorra dos Sujos.

Com  sentimento e furor resolveu ajudar e tremeu de ponta a ponta, toda estrutura da torre, que cedeu.  Aquilo que era ajuda, virou destruição. Entre escombros, lama e ferragens o jovem camponês foi preso no entulho que antes era a masmorra.
Acreditando que a morte estava próxima, a dor sessou. Entre a lama molhada de compaixão da terra escorria sangue dos inúmeros bruxos que antes estavam todos ali, abarrotados e enclausurados na masmorra.

A morte não vinha e da água sangrenta teve de beber quando a sede o sobreveio. Se por um lado o feitiço quebrou após se perder o encanto deixado pelo bruxo na masmorra, por outro o jovem camponês absorveu do sangue odioso e odiado dos bruxos traídos e traidores.

Não se sabe como o jovem camponês sobreviveu. Diz a lenda que a TERRA mandou um elefante que, escombro por escombro, retirou o jovem dos entulhos.

Se sabe apenas que o jovem camponês guerreiro sobreviveu. Em suas veias correm sangue contaminado pelas piores raças de bruxos, em seu coração a carne ainda é feita de pureza. Ele vaga sozinho até os tempos de hoje em busca de semelhantes, em busca de libertação.

-| Des|com|passo




Daqui algumas horas completo 5 dias sem chocolate, sem cigarros e naturalmente sem álcool, já que falamos de dias úteis.

Ops! Feriado ontem.. Mas enfim.. Limpo dos meus maus vícios até o momento.

Por indicação médica ando tomando um ansiolítico..: BuP.
Hoje experimentei ficar sem e a depressão tomou conta. Não vontade de fumar.. Acho que esses dias limpos por incrível que pareça já foram significativos para este vício, que agora parece mais atrelado ao psicológico do que a dependência da nicotina.

Ouço R.E.M. Radiohead, tenho mais saudade, quero mais carinho. Me sinto mais humano, o que é uma merda também.

Depois de hoje não pretendo voltar a tomar o remédio todos os dias, conforme recomendou a médica. Quero associar o remédio a possíveis vontades do cigarro e não solução para meus naturais desiquilíbrios humanos. Eu ein. Imagina substituir o cigarro por um ansiolítico!? Sou mais o cigarro. Morro lento mas morro lúcido!


Até 18 de julho, data que marca três meses sem o vício e teoricamente o fim do 'hábito', tem chão, mas já sinto que meus objetivos de encerrar vícios serão alvo fácil. 

Acho que até 18 de julho minhas dificuldades serão outras: meus demônios. Vou elenca-los sempre perguntando no assunto: Anjo ou demônio? A idéia é elencar as coisas que me impactam, seus lados positivos, negativos e logicamente ENCARA-LOS. 


Enquanto isso tentando trocar as músicas.. Ta indo.. Isso que importa.


" ..Every whisper Of every waking hour I'm choosing my confessions Trying to keep eye on you Like a hurt, lost and blinded fool (fool!) Oh, no, I've said too much I set it up.."

https://youtu.be/6AzggpcUX-I


-|04.18.16


Cerveja gelada no fim de semana ou aquela catuaba gelada é uma necessidade?
Não passa o dia sem seu cigarro e nem ousa imaginar o dia em que ele faltar.. Nossa: Surto!

Doce e guloseimas então? TodoSantoDia!

Você iria enlouquecer se ficasse sem né?

Será?

E se eu rompesse com todos os meus vícios de uma única vez? Se doces, cigarette, alcool e fritura saíssem da minha rotina sem oportunidade de escolha ou concessões, já na próxima segunda?

Eu e um grupo de amigos, mostrando que #TemMaisVidaNaNestle do que pensa o imaginário da minha vó entramos no desafio para uma vida Saudável.

Com o #ChallengeAccepted  e meu interesse de de constante #Superação, insiro dentro desta maratona um projeto pessoal: #BREAKDOWNProject :
A partir de 18/4 me coloco em um outro nível de comportamento. E com a ajuda do meu #SlimTeam ainda quero conquistar um aumento significativo de massa magra! Yeah! #BigAndBetter.

14/4 - Medições e plano de ação
15/4 - Minha iniciação no #NaSuaMedidaMolico
18/4 - Breakdown Project

// Yeah my friends.. #Changes Are Coming

Agora descubro se de fato enlouqueço como dizem por aí. Tudo é permitido para derrubar tudo!

top